Citas

“Medo aqui, há tempo que ninguém tem. Medo aqui do imperialismo?: Nenhum!   A sorte está lançada  a partir do momento em que a Revolução Cubana surgiu ao mundo; e a Revolução Cubana continuará existindo, apesar de que isso doa aos senhores imperialistas."
Referência ao texto original: Discurso proferido no ato de encerramento da Convenção Nacional de Conselhos Técnicos Assessores levado a cabo no Círculo Social Operário "Charles Chaplin". 11 de Fevereiro de 1961
“O segredo da sobrevivência da Revolução Cubana é o consenso do povo, o apoio do povo.”
Referência ao texto original: Discurso proferido no Ato de boas-vindas convocado pelo Partido Socialista do Chile, em Santiago de Chile.
“Não é questão de homens. Foi um privilégio para muitos de nós ter estado aqui na Revolução durante muitos anos. É uma honra que nos fazem os imperialistas quando nos querem expulsar da Revolução, quando nos querem expulsar da Pátria, quando nos querem expulsar das nossas responsabilidades, porque sabem que conosco não há arranjo indigno. Mas se enganam! Não importa os que estejam aqui; atrás dos que cá estão, virão outros como vocês e serão iguais ou melhores que nós! Podem fazer-nos desaparecer um a um e terão que chegar até o último; e o último, junto ao último tronco, com o último fuzil, como dizia Martí, combatendo”.
Referência ao texto original: Discurso no ato de entrega da Declaração dos Mambises do século XX, efetuado ante o Monumento a “José Martí”, 15 de março de 1997.
"Não desejamos que o sangue de cubanos e norte-americanos seja derramado em uma guerra; não desejamos que um número incalculável de vidas de pessoas, que podem ser amistosas, se percam em uma contenda. Mas jamais um povo teve coisas tão sagradas que defender, nem convicções tão profundas pelas quais lutar, de forma tal que prefere desaparecer da face da Terra antes que renunciar à obra nobre e generosa pela qual muitas gerações de cubanos têm pagado o elevado custo de muitas vidas de seus melhores filhos. Acompanha-nos a convicção mais profunda de que as ideias podem mais que as armas, ainda que estas sejam muito sofisticadas e poderosas. Digamos como Che Guevara quando se despediu de nós: Até a vitória sempre!"
Referência ao texto original: Discurso proferido pelo comandante-em-chefe Fidel Castro Ruz no ato pelo Dia Internacional dos Trabalhadores, efetuado na Praça da Revolução, em 1º de maio de 2003.
"Certo é que a Revolução cubana não teve um minuto de paz. Apenas foi decretada a Reforma Agrária, antes de completar-se o quinto mês do triunfo revolucionário, começaram os planos e ações de sabotagem, incêndios, obstruções e emprego de meios químicos daninhos contra o país. Estes incluíram pragas contra produções vitais e, inclusive, contra a saúde humana."
Referência ao texto original: É HORA DE FAZER ALGUMA COISA, 19 de janeiro de 2011