Notícias

Cuba reforça laços bilaterais com Bielorrússia e Egito

Ambas as reuniões decorreram à margem do Conselho de Ministros Brics Plus que decorre na cidade russa de Nizhny Novgorod até 11 de junho com a presença dos países-membros do grupo (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul, Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos, Etiópia e Irã) além de cerca de vinte chefes de departamentos de política externa de países afins, que representam formatos de interação regional.
 
Durante o diálogo com o seu homólogo bielorrusso, Rodríguez destacou o alto nível de relações mútuas e reconheceu o apoio de Minsk a Havana na condenação do bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos à nação caribenha há mais de seis décadas com um amplo ressurgimento nos últimos anos.
 
Da mesma forma, o chanceler antilhano agradeceu a recente reivindicação dos deputados da Assembleia Nacional do Estado do Leste Europeu, que exigiram a exclusão de Cuba da lista de países patrocinadores do terrorismo orquestrado por Washington.
 
Após esta troca, reuniu-se com o chefe da diplomacia egípcia onde também analisaram o estado atual dos laços conjuntos, bem como questões da agenda multilateral.
 
Em particular, Rodríguez concordou com Shoukry sobre a necessidade de pôr fim à escalada de Israel contra o povo palestino em Gaza e no apoio ao reconhecimento da Palestina como um Estado das Nações Unidas.
 
Na sessão da tarde, o chefe da diplomacia cubana também terá encontro com seu homólogo brasileiro, Mário Viéria.
 
O chanceler cubano chegou na véspera a Nizhny Novgorod para participar da reunião do Conselho Ministerial do Brics Plus, a convite do seu homólogo russo, Sergei Lavrov.
 
Rodríguez falará na sessão ampliada da reunião ministerial que, na opinião dos anfitriões, será a plataforma favorável para a troca de opiniões sobre questões atuais da agenda mundial, mesmo no contexto de esforços conjuntos para fortalecer o verdadeiro multilateralismo nas relações internacionais.
 
No final da reunião, o Ministro dos Negócios Estrangeiros das Antilhas viajará a Moscovo para realizar uma visita oficial onde será recebido por Lavrov no dia 12 de junho, a fim de analisar uma série de questões relativas ao aprofundamento da associação bilateral nas áreas políticas, comerciais, econômicas e técnico-científicas.

Fonte: 

PL

Data: 

11/06/2024