Mais pedidos para que EUA retirem Cuba de lista terrorista

O Conselho de Paz dos Estados Unidos e a Casa da América Latina do Irã (HOLA) pediram a retirada de Cuba da lista arbitrária  de Washington sobre patrocinadores do terrorismo, que hoje serve para reforçar o bloqueio.
 
Uma declaração conjunta publicada em Washington no site do Conselho lembrou que a inclusão da Ilha na "Lista de Estados Patrocinadores do Terrorismo (SSOT)" pelo Departamento de Estado ocorreu pela primeira vez em 1982, durante o governo de Ronald Reagan (1981-1989).
 

Díaz-Canel destaca conquistas do Programa de Avanço da Mulher

O presidente cubano Miguel Díaz-Canel destacou na segunda-feira o progresso do Programa Nacional para o Avanço da Mulher (PAM) destacando que o mesmo responde à essência da história da Revolução Cubana.
 
Ao discursar na Comissão para o Cuidado da Juventude, a Infância e a Igualdade de Direitos da Mulher, o presidente enfatizou que a questão do empoderamento da mulher sempre teve uma abordagem avançada no país caribenho.
 

ONU: O comportamento de Cuba contradiz a designação de terrorista pelos EUA

O secretário-geral da ONU, António Guterres, aprecia os esforços de Cuba nos processos de mediação, considerando contraditória sua presença contínua na lista de nações que supostamente patrocinam o terrorismo.
 
"Esse não é o tipo de comportamento que a gente esperaria de países acusados de serem patrocinadores do terrorismo", disse o porta-voz de Guterres, Stéphane Dujarric, em resposta a uma pergunta da Prensa Latina.
 

Presidente da AGNU enfatiza o compromisso de Cuba com o multilateralismo

O presidente da 78ª Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU), Dennis Francis, destacou o compromisso e a contribuição de Cuba para o multilateralismo, durante reunião oficial com o ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez.
 
O diplomata destacou que os representantes de Cuba nos fóruns internacionais sempre buscam trazer equilíbrio, perspectiva e justiça às discussões.
 

Cuba reforça laços bilaterais com Bielorrússia e Egito

Ambas as reuniões decorreram à margem do Conselho de Ministros Brics Plus que decorre na cidade russa de Nizhny Novgorod até 11 de junho com a presença dos países-membros do grupo (Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul, Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos, Etiópia e Irã) além de cerca de vinte chefes de departamentos de política externa de países afins, que representam formatos de interação regional.
 

Brics no caminho da ordem mundial multipolar, diz Lavrov

“A formação de novos centros para a tomada de decisões políticas de importância global está a ocorrer entre os estados do Sul Global e do Leste Global, entre os estados da Maioria Mundial”, disse a chanceler na inauguração do Conselho Ministerial do Brics Plus que durará até 11 de julho.
 

Díaz-Canel parabeniza o primeiro-ministro indiano pela reeleição

O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel, parabenizou nesta segunda-feira o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, por sua reeleição no cargo, que assumiu no domingo para um terceiro mandato consecutivo.
 
Em mensagem publicada na sua conta no X, o chefe de Estado cubano desejou ao primeiro-ministro indiano sucesso em seu novo mandato e expressou o desejo de continuar fortalecendo os laços de amizade e cooperação entre as duas nações.
 

Cuba fortalece os laços bilaterais com Belarus e Egito

O ministro das Relações Exteriores de Cuba, Bruno Rodríguez, trocou opiniões hoje com seus homólogos de Belarus, Sergei Aléinik, e do Egito, Sameh Shoukry, com quem analisou o desenvolvimento dos laços bilaterais.
 

Cuba apoia o diálogo entre o governo e o grupo armado na Colômbia

Cuba declarou hoje seu apoio ao acordo entre o governo colombiano e a Segunda Marquetalia, que estabelecerá uma mesa de negociações em Caracas, Venezuela, no próximo dia 24.

Saudamos o acordo entre as delegações do governo colombiano e o grupo rebelde armado Segunda Marquetalia para iniciar formalmente uma mesa de diálogo, declarou em Caracas o ministro das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez.
 

Páginas