“Fidel Castro é um homem fascinante que sente uma grande paixão pelo continente africano. Está muito bem informado sobre a situação da Nigéria. Para mim, cada vez que me encontro com ele aumenta sua grandeza. Não estamos falando agora sobre os movimentos de libertação, estamos falando da saúde do povo, da educação e de outros projetos realizados em Cuba que serviram de modelo para outras nações.”

Wole Soyinka, escritor nigeriano, Prêmio Nobel de Literatura